A grávida côderosa #6: Estrias (Beijo no ombro querida)

novembro 11, 2017



Hoje vamos falar de estrias, sim eu sei, são horríveis mas temos de falar, ok? :D

Toda a mulher, e até alguns homens, já sofrem ou vão sofrer deste mal em alguma altura da vida, e quando falamos em gravidez onde sabemos de antemão que engordamos e que a pele da barriga e peito esticam bastante existem alguns truques que nos ajudam a prevenir.

Esta é mesmo daquelas coisas que mais vale prevenir do que remediar, pois podem chegar a um ponto em que já não existe retorno possível.

Antes de mais vamos compreender o que são de facto as estrias:
"São rasgões das fibras elásticas da derme, a capa mais profunda de pele.
As estrias passam por duas fases diferentes de evolução: primeiro aparecem como grupos estriados cor-de-rosa e depois transformam-se em cicatrizes esbranquiçadas.
Para as suprimir com bons resultados, é necessário bloquear o seu desenvolvimento de modo eficaz e durante a primeira fase. Conhecer as causas das estrias é muito importante para as prevenir de forma adequada."

Apesar de estar quase sempre ligada a aumento de peso repentino ou gravidez, existem outros fatores, como:

-Elasticidade dos tecidos: um tecido pouco elástico, seco e sem tónus não se encontra preparado para enfrentar mudanças físicas sem consequências.

-Fatores hormonais: os desequilíbrios hormonais são, sem dúvida, uma das causas principais do aparecimento das estrias. Por esta razão costumam aparecer durante a puberdade e a gravidez, períodos em que as mulheres enfrentam uma verdadeira tempestade hormonal.

-Predisposição genética: algumas mulheres são mais propensas a sofrer este problema. Pensa-se que a sua origem possui um componente hereditário: a tendência para ter estrias pode ser transmitida de mães a filhas, pois talvez esteja presente no nosso código genético.



De acordo com vários artigos que li, destacam-se as seguintes formas de prevenção:
(Relembro que não é apenas na gravidez que tal acontece, sendo recomendada a prevenção SEMPRE)

- A pele deve ser hidratada regularmente, e na gravidez recomendam-se cremes anti estrias, os quais proporcionam elasticidade e são ao mesmo tempo hidratantes.

- Alimentação "dando preferência aos alimentos que a ajudem a preservar a juventude e elasticidade da pele. Comece pelos alimentos ricos em substâncias antioxidantes, como as Vitaminas C e E, que se encontram na fruta, verduras, legumes e óleos vegetais. A propósito da Vitamina C, que reforça as células e por consequência também os fibroblastos, um recente estudo turco concluiu que as futuras mães com presença mais elevada de Vitamina C no sangue estão menos expostas à formação de estrias."

- Fumar: o tabaco pode aumentar o risco do aparecimento de estrias. Para conseguir uma pele mais flexível e saudável, é necessário deixar de fumar, antes e depois da conceção.

-Beber muito: para manter o corpo bem hidratado, deve beber muita água, aproximadamente dois litros diários.

- Exercício físico: uma atividade física moderada (e dependente de autorização médica) permite manter o tónus muscular e o peso sob controlo, o resultado é um bom suporte cutâneo. A natação e os alongamentos são ideais para praticar durante a gravidez.



You Might Also Like

1 comentários

Obrigada pelo comentário