10 inimigos da beleza

Olá!
Todos nós os conhecemos e nunca é demais relembrar e aniquilar estes inimigos 



1. Cigarro: Lidera o ranking dos inimigos da beleza. Tudo porque a nicotina e os demais componentes, como monóxido de carbono e naftaleno, prejudicam a circulação sanguínea e o processo de restauração da pele, favorecendo o envelhecimento precoce e a perda de vigor e brilho da pele.
A solução: Parar de fumar! “Não existem produtos que possam combater de maneira eficaz os malefícios do tabagismo. O fumador deve começar um tratamento que faça com que, aos poucos, largue o vício”, explica a dermatologista Carla Vidal, de São Paulo.

2. Excesso de maquilhagem: O excesso de produtos no rosto pode causar um efeito contrário na sua beleza. “A maquilhagem tapa os poros, principalmente se não é retirada correta e completamente ao fim do dia. Além disso, é preciso ter cuidado com as reações alérgicas que podem causar”, salienta a dermatologista Mamy Honda, de São Paulo.
A solução: Use um desmaquilhante não oleoso, um sabonete facial, um tónico e um sérum com ação restauradora para combater qualquer resíduo de maquilhagem que possa ficar na pele.

3. Sol: Deve usar protetor solar diariamente no rosto. “Além de manchar a pele, a radiação solar destrói as fibras elásticas da pele o que leva a flacidez”, afirma a dermatologista carioca Karla Assed.
A solução: Use um protetor solar de textura leve e sem óleo com proteção 50 e aplique-o a cada três horas.

4. Desidratação: A falta de água no organismo tem efeitos negativos para o corpo, como pele ressequida, sem brilho e sem vigor.
A solução: Beba dois litros de água por dia, no mínimo.

5. Automedicação: Vai começar a usar um produto que outra pessoa lhe diz que fez verdadeiros milagres? Não o faça. “Automedicar pode ter um efeito negativo, pois cada problema tem uma causa, embora a consequência lhe possa parecer a mesma”, alerta a dermatologista Mamy Honda.
A solução: Procure um dermatologista para obter o tratamento correto para sua pele.

6. Vento: Os cabelos soltos ao vento e húmidos favorecem a criação de nós, o que pode gerar um cabelo mais quebradiço.
A solução: Use pentes de dentes largos e cremes para pentear o cabelo depois do vento.

7. Cloro: A combinação ‘sol e piscina’ pode ser fatal para a beleza dos cabelos, ainda mais nos cabelos pintados, que sofrem com a despigmentação da cor assim que entram em contato com o cloro.
A solução: Aplique protetores capilares resistentes à água e lave o cabelo com água potável sempre que sair da piscina.

8. Secador e alisador: O atrito e o excesso de calor nas madeixas causados por estes dois acessórios podem prejudicar a saúde dos fios de cabelo em pouco tempo.
A solução: Use um creme protetor térmico minutos antes de secar ou alisar o cabelo.

9. Água do mar: Os mergulhos na praia podem deixar o cabelo desidratado, rígido e sem brilho, uma vez que o sal retira a água e os lipídios (gordura natural) dos fios. “Deixar o cabelo secar com a água do mar danifica a estrutura do fio, deixando-o frisado e com volume excessivo, além criar nós nas pontas”, salienta a hairstylist Zenilda Araújo, do ZCoiffeur, do Rio de Janeiro.
A solução: Depois de um banho no mar, lave sempre o cabelo com água doce. Aplique uma dose extra de condicionador.

10. Intestino preguiçoso: Se não vai com frequência à casa de banho, as toxinas acumulam-se no organismo prejudicando todo o funcionamento do corpo. Isto pode resultar numa pele com acne, cabelos fracos, unhas quebradiças e gordura extra.
A solução: Logo de manhã, coma frutas que estimulem o funcionamento do intestino, como o kiwi. Beba muita água.